2005-07-20

continuação segundo S.Lucas

Adquiri uma máquina nova. Ainda não consegui vender a velha e muito sinceramente não sei se o faça. É-me difícil livrar-me dela. Por muito pouco uso que possa vir a ter, a F717 é sempre uma belíssima máquina para ter como "segunda máquina". Mas esta novata (10D da Canon) está a ocupar-me o tempo e a devolver-me algumas "saudades" de outrora, quando usava as reflexes analógicas. E tem sido um desafio e um retorno que se pretende cada vez mais produtivo.

A exposição que realizei, foi um "sucesso relativo". Relativo porque terá eventualmente falhado na sua localização. Nem tanto pela adesão que teve. O espaço não está "morto" nas horas em que estava aberto, mas tambem não se pode considerar um espaço que as pessoas procurem durante o dia, quer pela sua localização ainda pouco central, quer pelas afluências. O facto de se tratar de um bar, poderia atribuir-lhe uma mais valia num ambiente mais nocturno, mas também sabíamos que à noite, os bares não acendem muitas luzes... e para ver aquilo, só mesmo durante o dia.

No entanto, como referi, obteve um feedback positivo perante o público que a ela acorreu, e abriu novos horizontes e novas propostas para outras mostras do género, com mais exemplares e quem sabe com mais autores. Existem algumas marcações em agenda, o que já de si, mostra bem a vontade que existe em mostrar o trabalho noutros lugares. Quanto a eternizar o assunto em livro, isso é uma coisa a pensar. Se aparecer algum mecenas...

Outra coisa que me levou a afastar um pouco dos blogues foi também a reabertura da minha galeria online. Esteve "fechada para obras" durante algum tempo. Os parcos conhecimentos que tinha de programação ou de construção de sites não me permitiam torná-la mais fluida e mais leve. Com a ajuda preciosa de um amigo, lá consegui trazê-la de novo à vista de todos. Agora é "ir enchendo aquele espaço", sempre que apareça algo que valha a pena. (ou pelo menos, que eu julgue valer a pena...)